sábado, 18 de junho de 2016

Toda Mulher é uma Estrela




 "Nós de Thelema dizemos que
“Todo homem e toda mulher é uma estrela”.
Nós não enganamos nem bajulamos as mulheres;
nós não as desprezamos nem abusamos delas.
Para nós uma mulher é Ela Própria,
absoluta, original, independente, livre,
justificada por si, exatamente como é o homem.

Nós não ousamos impedir a Sua Ida,
como Deusa que ela é!
Nós não arrogamos quaisquer direitos sobre a vontade Dela;
nós não reivindicamos nem desviamos o desenvolvimento Dela,
nem induzimos os desejos Dela
nem determinamos o destino Dela.
Ela é o Seu próprio juiz...

Nós não A queremos como uma escrava;
nós A queremos livre e real,
quer Seu amor combata a morte em nossos braços à noite
ou Sua lealdade cavalgue de dia ao nosso lado
na Incumbência da Batalha da Vida.

“Que a mulher seja cingida com uma espada perante mim!”

“Nela está todo o poder concedido”."

por Aleister Crowley em Comentários do Livro da Lei

Nenhum comentário:

Postar um comentário