segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Charles Bukowski



Há suficiente violência, traição, ódio absurdo no ser humano comum
Para abastecer qualquer exército a qualquer dia.
E Os Melhores Assassinos São Aqueles Que Pregam Contra Ele.
E Os Que Melhor Odeiam São Aqueles
Que Pregam o AMOR
E OS MELHORES NA GUERRA
- POR FIM - SÃO AQUELES QUE PREGAM
A PAZ

Aqueles Que Pregam DEUS
PRECISAM de Deus
Aqueles que Pregam A PAZ
Não Têm Paz.
AQUELES QUE PREGAM O AMOR
NÃO TÊM AMOR
CUIDADO COM OS PREGADORES
Cuidado com Os Conhecedores.

Cuidado
Com Aqueles que
SEMPRE ESTÃO LENDO
LIVROS

Cuidado com Aqueles Que Detestam
a Pobreza Ou Estão Orgulhosos Dela

CUIDADO Com Aqueles Rápidos na Prece
Porque Eles Precisam de PRECES em Troca
CUIDADO Com Aqueles Rápidos em Censurar:
Eles Têm Medo Daquilo Que Não Conhecem

Cuidado Com Aqueles Que Buscam Multidões
Constantes; Eles Não São Nada
Sozinhos

Cuidado Com
O Homem Comum
A Mulher Comum
CUIDADO Com o Amor Deles

O Amor Deles É Comum, Busca o
Comum
Mas Há Gênio No Modo Como Odeiam
Há Gênio Suficiente No Ódio
Deles Para Matá-Lo, Para Matar
Qualquer Um.

Por Não Desejarem a Solidão
Por Não Entenderem a Solidão
Tentarão Destruir
Tudo
Que Seja Diferente
Deles Mesmos

Por Serem Incapazes
De Criar Arte
Eles Não
Entenderão a Arte

Considerarão o Fracasso
Como Criadores
Somente Como Uma Falha
Do Mundo

Por Serem Incapazes de Amar Por Completo
ACREDITARÃO Que Seu Amor É
Incompleto
E ASSIM ELES ODIARÃO
VOCÊ

E o Ódio Deles Será Perfeito
Como Um Diamante Que Cintila
Como Uma Faca
Como Uma Montanha
COMO UM TIGRE
COMO Cicuta

A ARTE Que Lhes É
Mais Fina

Nenhum comentário:

Postar um comentário